sexta-feira, 20 de março de 2009

A força das palavras


Você já pensou sobre a força das palavras? Na força que elas carregam, como mudam de sentido de acordo com nosso tom de voz?

Rose ( Eternessências) escreveu o seguinte :

"Ultimamente tenho refletido sobre a PALAVRA : seu poder de revelar, suas armadilhas, o cuidado que ela requer em seu uso, sua função de ponte, embora , tantas vezes nos sirvamos dela, erroneamente , para criar argumentos falsos, deturpar sentidos e produzir descaminhos...
A palavra é uma força que, quando emitida, tem trajetória certa. Saber usá-la é um exercício; requer prudência e sabedoria. "

Nesse mesmo post, Rose cita Lya Luft em um dos seus belos textos ,onde entre outras coisas, nos diz :

"Palavras podem impressionar mais que fatos."
"A palavra faz parte da nossa essência: com ela, nos acercamos do outro, nos entregamos ou nos negamos, apaziguamos, ferimos e matamos. Com a palavra, seduzimos num texto; com a palavra, liquidamos – negócios, amores."

****************************************************************************

PARA REFLETIR:

1. Quais são as palavras que mais saem da sua boca? São palavras de amor, de irritação,
palavras ditas só por falar, palavras que apoiaram, ridicularizaram...

2. Como você transmite as palavras? Com humildade ou com arrogância?Cuide do tom de voz

3. Você tem consciência da importância das palavras no seu relacionamento?

Fontes:

Missão jovem

Eternessencias novembro 2007:
Do exercicio da palavra
Imagem: retirada da internet

5 comentários:

Irmão Sol, Irmã Lua disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Irmão Sol, Irmã Lua disse...

Mari,
Recordo-me desta bela e importante reflexão da Rose. Quando penso na força das palavras, lembro sempre do texto de Cecília no Romanceiro da Inconfidência:
"ai, palavras, ai, palavras,
que estranha potência, a vossa!
todo o sentido da vida
principia à vossa porta;
o mel do amor cristaliza
seu perfume em vossa rosa;
sois o sonho e sois a audácia,
calúnia, fúria, derrota...
(...)
a liberdade das almas,
ai! com letras se elabora...
e dos venenos humanos
sois a mais fina retorta:
frágil, frágil como o vidro
e mais que o aço poderosa!
reis, impérios, povos, tempos,
pelo vosso impulso rodam...
(...)
ai, palavras, ai, palavras,
que estranha potência, a vossa!
éreis um sopro na aragem...
- sois um homem que se enforca!"

Pessoalmente busco refletir bastante antes de falar, preferindo silenciar se percebo que não será útil o que iria ser dito ou não será compreendido ou, ainda, se vai ser mera justificativa. Sou de expressar a minha verdade mais pelos atos, principalmente em relação aos sentimentos.
Por isso, Mari, por ser mais silencioso, fico pensando também na força do silêncio, o quanto ele pode interferir na vida das pessoas pela omissão ou causando afastamentos, tristezas e sofrimentos, por muitas vezes nos negarmos a sermos fonte de consolo ou de expressarmos o nosso carinho, o nosso afeto. Há uma frase do Chico que diz: “Viver é sempre dizer aos outros que eles são importantes, que nós os amamos, porque um dia eles se vão e ficamos com a nítida impressão de que não os amamos o suficiente.”
Mari, que possamos sempre expressar o nosso amor e o Amor para os nossos irmãos e para a vida e tudo que a expresse, seja de que forma for, por palavras, por gestos ou num simples olhar.
Com todo carinho do amigo,
Benja.

Mel disse...

Oi Marilac!
Hoje, mais do que nunca, sei do poder das palavras em minha vida. Quantas vezes estragamos a nossa caminhada e a nossa pessoa por falarmos um monte de bobagem...
Mas antes tarde do que nunca...
:) Beijos e bom fim de semana!

Rose disse...

As palavras... sempre elas e seu potencial, não é mesmo?
Você criou um belo post, Mari, ao nos propor uma reflexão sobre tão importante tema.
No uso da palavra, há sempre uma direção, uma trajetória que nos cabe assumir com responsabilidade!
Obrigada por me lembrar isto!Saudades,
Rose.

alycia disse...

Vou deixar meu depoimento, espero que ajude outras pessoas.
Ultimamente estou assustada com meus pensamentos e palavras, tudo que tinha medo e nao queria, aconteceu.
A ultima decepção foi afastar um homem maravilhoso que é tudo o que eu mais quero.
Mas acho que aprendi, repito a todo momento que: Ele voltará para mim, mais apaixonado que antes.